Planejamento tributário para Comércio Exterior: todos os benefícios!

Como Fazer Um Planejamento Tributário Eficiente Para O Seu Negócio No Comércio Exterior - Control Service Contabilidade

Compartilhe nas redes!

Planejamento tributário para o comércio exterior: Entenda os benefícios

Saiba da importância que tem um planejamento tributário bem feito, no comércio exterior, e quais benefícios você pode ter

Diante da legislação tributária complexa do Brasil, surge a estratégia de planejamento tributário para auxiliar. De modo resumido, essa ferramenta pode ajudar você a reduzir a carga tributária, otimizar os recursos e evitar riscos fiscais. 

Mas afinal, o que é o planejamento tributário e quais são os seus benefícios? É o que vamos explicar neste artigo. Acompanhe!

Como funciona a tributação para comércio exterior? 

A tributação no comércio exterior é composta por diversos impostos e taxas, que incidem sobre as operações de importação e exportação. Alguns dos principais tributos, que afetam o comércio exterior, são:

  • Imposto de Importação (II);
  • Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI);
  • Programa de Integração Social (PIS) e Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (COFINS);
  • Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS);
  • Imposto sobre a Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ) e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL); 

Como se pode ver, a tributação no comércio exterior é bastante elevada. Por isso, é fundamental que as empresas realizem um planejamento tributário para o comércio exterior.

O que é o planejamento tributário?

Resumidamente, o planejamento tributário consiste em um conjunto de estratégias legais para reduzir a carga tributária e otimizar os recursos financeiros. 

Ele envolve análise e escolha de regimes tributários, deduções e estruturas empresariais para minimizar o impacto financeiro dos tributos.

Quais as vantagens de contar com o planejamento tributário no comércio exterior? 

O planejamento tributário para o comércio exterior pode trazer diversos benefícios para as empresas, tais como:

Redução da carga tributária

Planejar seus tributos permite identificar e utilizar os regimes tributários mais adequados para cada tipo de operação, bem como os benefícios fiscais concedidos pelo governo, como isenções, reduções, suspensões ou restituições de tributos. 

Dessa forma, é possível reduzir os custos e aumentar a margem de lucro das empresas.

Aumento da competitividade

Consequentemente, ao reduzir a carga tributária, as empresas podem praticar preços mais atrativos no mercado. Isso pode ser feito tanto interno, quanto externo.

Assim, é possível aumentar a competitividade e sua participação no comércio internacional.

Melhoria da gestão

O planejamento tributário também contribui para a melhoria da gestão empresarial, pois permite um maior controle dos fluxos de caixa. Facilitando assim, a tomada de decisões e a alocação de recursos, e evita surpresas desagradáveis com o Fisco.

Prevenção de riscos fiscais

O planejamento tributário também ajuda a prevenir riscos fiscais, como multas, juros, penalidades ou até mesmo a perda de mercadorias, decorrentes de erros, omissões ou fraudes na apuração e no recolhimento dos tributos. 

Além disso, o planejamento tributário permite uma maior segurança jurídica, pois evita conflitos com a legislação e as autoridades fiscais. 

Como fazer um planejamento tributário para o comércio exterior?

Para fazer um planejamento tributário para o comércio exterior, as empresas devem seguir alguns passos, tais como:

Analise o cenário tributário

O primeiro passo é analisar o cenário tributário atual. Identifique os tributos que incidem sobre as operações de importação e exportação.

Defina os objetivos

O segundo passo é definir os objetivos do planejamento tributário, que podem ser: reduzir a carga tributária, aproveitar os incentivos fiscais, melhorar a gestão fiscal, entre outros.

Elabore as estratégias

O terceiro passo é elaborar as estratégias, para alcançar os objetivos definidos. Elas podem ser, desde a escolha do regime tributário mais adequado, a classificação fiscal correta dos produtos, entre outras.

Implemente as ações 

O quarto passo é implementar as ações planejadas, executando as operações de importação e exportação, conforme as estratégias definidas

Monitore os resultados

O quinto passo é monitorar os resultados do planejamento tributário, avaliando se os objetivos foram alcançados, se houve economia tributária, melhoria na gestão fiscal, conformidade legal, entre outros.

O planejamento tributário é uma ferramenta importante no comércio exterior

Fazer o planejamento tributário é essencial para o comércio exterior. Seguir as dicas deste artigo, faz você ter a eficiência necessária para planejar a tributação do seu negócio.

Lembre-se também que, para te ajudar a fazer um planejamento eficiente, é essencial a ajuda de um contador.

Nós, da Control Service Contabilidade, somos especialistas quando o assunto contabilidade para comércio exterior

Temos uma equipe altamente competente que tem a expertise necessária para te auxiliar. Sendo assim, não perca mais tempo e nos contate para receber a ajuda que você merece.

FAÇA AGORA SEU PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO

Classifique nosso post

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Posts Relacionados

Parcelamento Do Simples Nacional Como Fazer - Control Service Contabilidade

Parcelamento do Simples Nacional: o que é e como fazer?

Parcelamento do Simples Nacional: o que é e como fazer? Tudo que você precisa saber sobre o parcelamento do Simples Nacional está aqui. Confira agora! Sua empresa está com dificuldades para pagar os impostos? Então, o parcelamento do Simples Nacional

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Back To Top